5 maneiras de você controlar a artrite

A artrite é um problema doloroso que podem interferir na sua capacidade de fazer as coisas que você gosta. Mas você pode tomar medidas para proteger as articulações, reduzir o desconforto e melhorar a mobilidade. Há coisas simples que você pode fazer a partir de hoje.

5 maneiras de você controlar a sua artrite

artrite

1 – Manter-se em movimento. Evite manter uma posição por muito tempo. Quando se trabalha em uma mesa, por exemplo, levantar-se e esticar-se a cada 15 minutos. Faça o mesmo ao sentar-se em casa lendo ou assistindo televisão.

2 – Descubra sua força. Coloque suas articulações e músculos mais fortes para o trabalho. Para proteger articulações dos dedos e punho, empurrar pesadas portas abertas com o lado do seu braço ou no ombro. Para reduzir esforço na sua bacia ou nos joelhos, quando estiver subindo escadas, deixe as pernas fazerem os movimentos.

3 – Planeje com antecedência. Tente simplificar e organizar suas rotinas para que você minimizar os movimentos que são difíceis ou dolorosos. Mantenha itens que você precisa para cozinhar, limpar ou de passatempos , perto de onde eles são necessários (mesmo que isso signifique vários conjuntos de material de limpeza, um para a sua cozinha e cada banheiro, por exemplo).

4 – Tirar proveito dos dispositivos de ajuda nos trabalhos: Aparelhos simples e dispositivos podem tornar mais fácil a realização de atividades diárias como cozinhar, jardinagem, ou mesmo se vestir. Pinças de cabo longo, por exemplo, são projetadas para captar e recuperar objetos fora do alcance. Apertos de borracha podem ajudar a obter um melhor controle sobre torneiras, canetas, escovas de dentes e talheres. Existe um enormidade desses tipos de aparelhos à venda nas farmácias e na internet.

5 – Peça ajuda. Pessoas com artrite freqüentemente se preocupam com a possibilidade de ficarem dependentes dos outros. Apenas uma pequena porcentagem de pessoas com artrite tornam-se gravemente incapacitadas. Ainda assim, a carga emocional de artrite pode ser considerável. Não tenha vergonha ou medo de pedir ajuda quando você precisar.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.
Este artigo foi escrito por Roque Marcos Savioli

Deixe seu comentário